Carregando

Creatina Mono Hidratada 3g

A Creatina é uma substância endógena produzida pelo organismo de forma limitada, sendo a sua suplementação uma grande aliada no caso de praticantes de atividades físicas intensas e atletas, contribuindo para a melhora do desempenho físico e potencialização dos ganhos.
Variações com desconto!

De R$ 219,90
A Partir de:
R$ 211,10
Economize  R$ 8,80

R$ 208,91 à vista com desconto Pix - Vindi
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Benefícios

  • Contribui para o aumento das fibras musculares;
  • Favorece a recuperação muscular;
  • Reduz os danos à musculatura;
  • Contribui para o desenvolvimento de massa magra e aumento da força;
  • Eleva os níveis de energia e contribui para um melhor rendimento físico durante os treinos ou competições;
  • Melhora as funções cognitivas e o foco.

Avaliações

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Descrição

Composição

Posologia

Contraindicação

Detalhes

Marca: Olavo Manipulação Disponibilidade: Disponível em 5 dias úteis

A Creatina é um aminoácido, ácido metilguanidina-acético, o qual se encontra presente tanto nos alimentos quanto no organismo humano, devido à síntese endógena. A creatina orgânica tem duas fontes, a síntese pelo próprio organismo, a partir de três aminoácidos; e a ingestão de alimentos, especificamente das carnes. O pool orgânico desta substância encontra-se localizado quase na sua totalidade (95%) na musculatura esquelética e sua regeneração após um exercício intenso é um processo dependente da via oxidativa. São considerados recursos ergogênicos as substâncias (entre elas a creatina), os processos, ou os procedimentos que podem, ou são percebidos como sendo capazes de melhorar o desempenho esportivo. A creatina monohidratada tem se tornado um dos suplementos mais utilizados e pesquisados mundialmente.

Quando sintetizado no homem, este composto nitrogenado (creatina) inicia seu ciclo de formação no rim, em uma reação envolvendo dois aminoácidos: arginina e glicina. Esta operação, catalisada pela enzima transaminidase, ocorre apenas neste órgão. Posteriormente, a creatina completa sua síntese pela adição de um grupo metil fornecido a partir da metionina (S-adenosilmetionina). Esta reação ocorre no fígado. A creatina assim formada, fora do músculo, é então distribuída para os diversos tecidos do organismo através do sangue.

A Creatina como suplemento parece não aumentar a concentração de ATP (trifosfato de adenosina) muscular de repouso, mas parece ajudar a manter os níveis de ATP durante um esforço físico máximo. A suplementação com este composto aumenta o pool de creatina corporal, o que potencialmente facilitaria a geração de maior quantidade de CP (creatina fosfato).